19.11.06

marcelo rebelo de sousa

acabo de ver e ouvir um conselheiro de estado dizer sobre a entrevista de cavaco silva que pareceu que "ele não tinha nada para dizer" e que é incrível como "passou pela entrevista sem falar de bush e do iraque" porque "não tem opinião sobre o iraque". não satisfeito, sublinhou que lhe daria "com caridade cristã", 14 valores. mas houve mais. marcelo rebelo de sousa achou-se no direito de comentar cenários sobre o que fará o presidente da república em relação à lei das finanças locais. o mesmo marcelo que além de ser conselheiro de estado, vendeu há cerca de três meses um parecer sobre a matéria (consultado como exímio constitucionalista) à associação nacional de municípios. perante isto, que caridade cristã tem de ter o presidente para manter marcelo rebelo de sousa como conselheiro de estado?

1 Comments:

Anonymous Nuno Magalhães said...

Não percebo bem porquê mas há mitos que não tombam. Marcelo, que desde sempre considerei um enganador (no sentido mais desonesto do termo) nunca compreendi o crédito que tem. Inclusivé no direito. É que são já muitas as asneiras que lhe ouvi também na área. Tão ou mais graves do que aquelas que agora lhe apontas na perspetiva política.

11:03 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home