3.11.06

geopolítica


a saída pré-anunciada por blair e a estrondosa viragem política que a sociedade norte-americana está (finalmente) a revelar, devem ocupar mais o pensamento dos europeus. este eixo anglo-americano foi, sublinhe-se e reconheça-se, de uma estabilidade a toda a prova. parceiros de guerra mas também, em boa parte, de políticas macro-económicas que fizeram ambas as sociedades sobreviver e crescer em clima global de recessão. em claríssimo ocaso de ciclo político, estes dois líderes podem questionar-se sobre o que fizeram pelo bem dos seus cidadãos e em que medida influenciaram a vida do planeta. mas, mais importante que isso, é hora dos governos e dos líderes políticos europeus perderem o receio de intervir activamente nas campanhas políticas que se avizinham. a última década mostra bem que estes dois cargos exigem dos nossos respresentantes, uma postura bem mais activa e, por isso, afirmativamente comprometida. haverá coragem?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home