2.6.06

patrick

conheci patrick monteiro de barros durante o sonho da candidatura à taça américa. durante esse tempo senti o privilégio de, através dele, da sua força de vontade, do seu querer, da sua confiança, aprender a acreditar nas nossas capacidades colectivas. foi depois de uma longa conversa com ele que melhor me apercebi de uma regra simples: quando num negócio estamos mais preocupados com o que vai ganhar o nosso interlocutor do que com o que o projecto pode trazer de benefício ao colectivo, nunca o projecto avança. ao ouvir o ministro da economia dizer que "é natural que o empresário esteja aborrecido porque não lhe demos 1200 milhões de euros em dinheiro como ele pretendia", quase que imagino o que o patrick sentiu. reduzir a questão de um dos maiores projectos de sempre em portugal, com um impacto de quase um por cento no pib a uma entrega de 1200 milhões de euros só merece a resposta que o patrick deu: caso encerrado.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home