30.6.06

freitas do amaral

é o segundo ministro de estado a abandonar o executivo de josé sócrates. depois de campos e cunha alegar motivos familiares, freitas fala de motivos de saúde. sai um ministro dos negócios estrangeiros que apenas o foi a prazo e que, na verdade, nunca exerceu a função de ministro de estado. o substituto está escolhido. luís amado passa da defesa para os negócios estrangeiros e severiano teixeira assume a defesa. sócrates é brilhante a gerir estas matérias. mais nada.

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Concordo plenamente.
Sócrates é mestre na cosmética ministerial....

4:36 da tarde  
Blogger Judite said...

Em véspera de Portugal vs Inglaterra... E há timming melhor?

11:14 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home