22.5.06

vento

gosto de sentir o vento a soprar o rosto. mesmo que seja frio, mesmo que o não tenha pedido ou procurado. quantas palavras já soltamos ao vento? sim, sei que há muito quem diga que é ele quem as leva. se calhar sou pessoa de sorte, o vento traz-me bem mais do que me tira.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home