21.4.06

tribunal


o juízo que fazemos de nós mesmos. o permanente choque com a imperfeição. o erro pode bem ser o tal ensaio do acerto, mas a repetição do caminho atira-nos ao tribunal. o mar é o destino do olhar dos imperfeitos.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home